Brava gente


Filhos da pátria amada – idolatrada, salve, salve –, vocês já podem ver contente a mãe gentil. Mas quase ninguém se importa com o pai entristecido.

O primeiro Seu Pedrinho estava pelo Brasil, cavalgando naquele cavalo marrom cuja cor todos desconhecemos, nos dias seguintes ao “Fico”. Ele soube de um motim que seria realizado por Portugal para sequestrar… a família do rei de Portugal, Dom João VI, pai de Dom Pedro. Tudo isso para levá-lo à Europa fazendo uso da força.

Assustado, Pedrinho quis proteger a família: enviou a esposa, Leopoldina, grávida no oitavo mês, para uma fazenda afastada da cidade do Rio de Janeiro, segundo o jornalista Laurentino Gomes relata no livro “1822”. A princesa carregava nos braços o bebê João Carlos, de nove meses, herdeiro do trono. No caminho, o pequeno príncipe, já adoecido, enfrentou 28 horas de convulsões. Morreu.

Dom Pedro, que não era nada bom com a linguagem escrita, pôs toda a sua tristeza em carta a José Bonifácio de Andrada e Silva: “Nunca tive – e Deus permita que não tenha outra – ocasião igual a esta como foi o dar-lhe [no bebê] o último beijo e deitar-lhe a última bênção paterna. Calcule pelo amor que tem à sua família e ao meu filho, qual será a dor que transpassa o coração”.

Pouco (aqui estou sendo exagerado, pois o certo seria o enfático “absolutamente nada”) se conta sobre isso nas aulas de História, mas Pedro acusou a divisão portuguesa: “Foi [ela, a divisão] a que assassinou o meu filho, o neto de Vossa Majestade”.

E a frase mais marcante, escrita semanas antes do grito de independência: “Em consequência, é contra ela que levanto a minha voz”. A partir dessa brava gente brava – e dos leitores que reclamaram no Fale Conosco que eu há tempos não falava de livros –, pode-se começar a contar um pouco de “histórias” e dizer que, enfim, já raiou a liberdade, já raiou a liberdade no horizonte do Brasil. Ou não.

Fale conosco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s