Vizinhança Solidária ajuda a reduzir roubos no Itaim Bibi


vs1Criado em 2009 após um grupo de síndicos do Itaim Bibi, zona oeste de São Paulo, procurar a Polícia Militar para discutir medidas preventivas de segurança no bairro, o programa Vizinhança Solidária acumula números positivos.

Entre eles, a queda quase pela metade (-46,4%) do número de roubos de veículos na região, além de redução significativa de outros tipos de roubos (-17,9%) e no de furtos de veículos (-4,7%).

O projeto com os condomínios é baseado em um modelo de segurança adotado na Inglaterra e tem como principal fundamento a comunicação entre os moradores do bairro, facilitando e agilizando os pedidos de auxílio à polícia. Atualmente, 106 condomínios, distribuídos por 19 ruas da região, fazem parte do programa, com um total de 10 mil moradores envolvidos.

A PM, por sua vez, promove reuniões com os moradores do bairro e produz informativos sobre a importância da participação de todos para prevenir crimes.  Há ainda palestras e cursos para porteiros que participam do programa três vezes por mês.

Nas fachadas dos condomínios, são afixadas placas de aço inox com a identificação do programa, o que, segundo a PM, ajuda a inibir os criminosos.

De acordo com a coordenadora do projeto, Maristela Bernardo, a iniciativa tem como objetivo principal a parceria entre a polícia e a comunidade, garantindo, assim, uma maior sensação de segurança. “O trabalho que fazemos é voluntário e todos podem participar”, ressalta ela, que é  síndica de um dos prédios no Itaim Bibi.

Ela e outros síndicos do bairro foram recebidos na semana passada pelo secretário Fernando Grella Vieira em seu gabinete, na sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

“Viemos agradecer pelo excelente auxílio que o secretário tem nos oferecido, além de manter um contato mais estreito para que consigamos melhorar o projeto na região”, afirmou o síndico Paulo Roberto Carvalho.

O projeto

O Vizinhança Solidária começou a ser implantado há quatro anos. Alguns líderes comunitários do Itaim Bibi se reuniram e, juntos, pediram o apoio da PM para encontrar uma maneira de ajudar na prevenção de crimes no local em que residem.

O funcionamento do programa depende da comunicação dos moradores. Se alguém vê uma movimentação estranha ou algo incomum, deve falar com seus vizinhos e pedir ajuda imediatamente à Polícia Militar. Porteiros da região possuem um rádio de comunicação direta com a base.

“Com o auxílio das pessoas, podemos alertar a polícia sobre as ocorrências de maneira mais rápida e segura, o que, de alguma maneira, vai repelir o crime”, analisou o síndico Américo Ganzini durante a audiência com o secretário Fernando Grella.

A audiência também contou com a presença do Comandante de Policiamento de Área Metropolitano 5 (CPA/M-5), coronel Ieros Aradzenka, responsável pela área, e do Comandante de Policiamento da Capital (CPC), coronel Leonardo Torres Ribeiro.

vs2Produtividade

Segundo a Polícia Militar, a região do Itaim Bibi, patrulhada pela 2ª Companhia do 23º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M), além de registrar queda nos índices de criminalidade, aumentou os números de produtividade policial.

Em 2009, 27.897 pessoas foram abordadas na região. No ano passado, esse total foi 15,7% maior: a polícia abordou 33.075 ou 5.178 a mais.

Cinquenta e quatro armas de fogo foram retidas das ruas do Itaim Bibi em 2012. O dado representa um avanço de 51,9% – equivalente a 28, em números absolutos – na comparação com o ano de 2009, que teve 26 armas apreendidas.

No ano de criação do projeto, 10 procurados pela Justiça foram capturados na região, enquanto nos doze meses do ano passado, o total chegou a 18. Um aumento de oito capturas.

Ruas

O projeto Vizinhança Solidária do Itaim Bibi atua em 19 vias da região. São as ruas: Amauri, Antonio Felício, Brasília, Campos Bicudo, Horácio Lafer, Itacema, Jerônimo da Veiga, Jesuíno Arruda, João Cachoeira, Manuel Guedes, Pedroso Alvarenga, Professor Carlos de Carvalho, Paes de Araújo, Doutor Renato Paes de Barros, Romilda Margarida Gabriel, Tabapuã, Urimonduba, Urussuí e Virgílio Várzea.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s