O show do golpe


O nada excelentíssimo presidente Michel Temer teve uma primeira semana difícil no governo. Tudo começou no Fantástico, o show do golpe, que revelou que ele não é um presidente em exercício, afinal uma breve caminhada pelo palácio onde mora é suficiente para ele.

Temer também afirmou ter a intenção de trazer às secretarias dos ministérios do governo representantes do Mundo Feminino, que estão em outra galáxia, em outro sistema solar e chegariam ao planeta Terra em algum disco voador que pousaria em Varginha, Minas Gerais.

Resultado dessa lástima é que nenhuma mulher procurada pelo governo aceitou assumir a Secretaria Nacional de Cultura. Recusaram o convite a atriz Bruna Lombardi, a antropóloga Cláudia Leitão, a jornalista Marília Gabriela, a cantora Daniela Mercury e a pesquisadora sobre Cultura Eliane Costa, que se posicionou sobre o assunto:

“Acabo de ser sondada para a tal Secretaria de Cultura que pretende substituir o Ministério da Cultura. Como a sondagem foi feita por pessoa do meio cultural por quem eu tenho respeito, não pude me aprofundar na resposta. Disse apenas que não trabalho pra governo golpista. Nem serei coveira do MinC. Já se viu isso? Depois dessa só me falta agora ser convidada pra ser comentarista de política da Globonews…”

Como nenhuma alienígena do Mundo Feminino aceitou o convite do governo, Temer foi obrigado a colocar um homem na pasta. Calero foi secretário da Cultura da cidade do Rio de Janeiro e chegou até a se manifestar contra o fim do Ministério.

Mas este não foi o único desastre da primeira semana do governo. O agora ministro da Educação e da Cultura, Mendonça Filho, formado em administração e sem nenhuma especialização em educação ou cultura, disse defender que universidades públicas cobrem por cursos de extensão e de pós-graduação.

Isso já acontece no Brasil, o que é um problema. A universidade pública tem que ser gratuita. Admitir mensalidades em um segmento de formação é abrir portas para que todo o sistema de graduação também siga o mesmo caminho, assim como, no futuro, o ensino básico.

Não sendo o suficiente, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, já começou a destilar o veneno de seu partido, o PSDB, com o cancelamento da construção de 11.250 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida. Isso porque Michel Temer afirmou que não acabaria com os projetos sociais do governo. Claro.

1019654-df_13052016-capa-reuniao%20ministerial_dsc5718-
O presidente interino Michel Temer, na primeira reunião ministerial de seu governo, no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)

Em entrevista a Mônica Bergamo, o ministro da Justiça e da Cidadania, Alexandre de Moraes, disse que nenhum direito é absoluto, ao se referir ao livre direito de manifestação, garantido pela Constituição e colocou em cheque o próprio cumprimento do documento.

Na mesma reportagem, Moraes disse que o presidente tem o direito de escolher o procurador-geral que quiser e pode desconsiderar a lista tríplice apresentada por membros do Ministério Público Federal. É o governo abrindo a porta para mais um engavetador de processos. Lula e Dilma tiveram como regra nomear sempre o mais votado.

Depois de dizer que nenhum poder, especialmente o da Procuradoria-Geral, não é absoluto, o ministro disse que “ainda não conversou com o presidente Temer sobre o assunto” para sugerir mudanças na escolha. Michel Temer disse que isso cabe ao presidente decidir (e não a um ministro).

Se você acha que parou por aí, está enganado. O novo ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), disse que o governo não vai mais conseguir sustentar o direito de acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS), garantido pela Constituição Federal. Depois, ele retirou o que disse porque deve ter levado uma bronca do chefe.

Barros chegou ao absurdo de dizer que “quanto mais gente puder ter planos [de saúde], melhor”. É o governo golpista já fugindo do cumprimento de suas obrigações! Em vez de se lamentar, é preciso que ele aprimore o sistema. O problema é que o ministro escolhido por Temer é incapacitado para essa função.

Eu explico. Das 43 pessoas que se sentaram no gabinete desde a criação do Ministério da Saúde, em 1953, apenas seis não tiveram nenhuma formação de conhecimento em saúde: foram três advogados, dois economistas (com Fernando Henrique Cardoso) e, agora, um engenheiro civil.

Como esse cara vai gerir a saúde?

Da mesma maneira com um médico (que seja formado apenas em Medicina) faria se estivesse à frente da construção de um prédio. Ficam os nossos lamentos.

Profissão dos ministros da Saúde
Ministro Formação Governo
Agenor Álvares Bioquímica Lula/Dilma
Antônio Balbino Direito Getúlio Vargas
Armando Falcão Direito JK
Vasco Leitão da Cunha Direito Ranieri Mazzilli
Barjas Negri Economia FHC
José Serra Economia FHC
Ricardo Barros Engenharia Civil Temer
José Goldemberg Física Collor
Adib Jatene Medicina Collor/FHC
Alceni Ângelo Guerra Medicina Collor
Alexandre Padilha Medicina Dilma
Aramis Taborda de Athayde Medicina Café Filho/Carlos Luz/Nereu Ramos
Arthur Chioro Medicina Dilma
Carlos Albuquerque Medicina FHC
Carlos Corrêa de Menezes Sant’anna Medicina Sarney
Edward Catete Pinheiro Medicina Jânio Quadros
Eliseu Paglioli Medicina Jango
Estácio Gonçalves Souto Maior Medicina Jango/Ranieri Mazzilli
Francisco de Paula da Rocha Lagoa Medicina Médici
Henrique Santillo Medicina Itamar
Humberto Costa Medicina Lula
Jamil Haddad Medicina Collor/Itamar
José Carlos Seixas Medicina FHC
José Gomes Temporão Medicina Lula
José Saraiva Felipe Medicina Lula
Leonel Tavares Miranda de Albuquerque Medicina Costa e Silva/Junta de 1969
Luiz Carlos Borges da Silveira Medicina Sarney
Manuel Cordeiro Vilaça Medicina Jango
Marcelo Castro Medicina Dilma
Mário Augusto Jorge de Castro Lima Medicina Figueiredo
Mário Machado de Lemos Medicina Médici
Mário Pinotti Medicina Getúlio Vargas/Café Filho/JK
Maurício Campos de Medeiros Medicina Nereu Ramos/JK
Miguel Couto Filho Medicina Getúlio Vargas
Paulo de Almeida Machado Medicina Geisel
Paulo Pinheiro Chagas Medicina Jango
Raimundo de Moura Britto Medicina Castello Branco
Roberto Figueira Santos Medicina Sarney
Saulo Moreira Medicina Itamar
Seigo Tsuzuki Medicina Sarney
Waldyr Arcoverde Medicina Figueiredo
Wilson Fadul Medicina Jango
Pedro Paulo Penido Odontologia JK
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s